Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de um Intestino Irritável

Há quem diga que é o segundo cérebro do nosso corpo, há quem defenda que é o mais inteligente. Aqui ficam as crónicas de um intestino irritável com todas as suas peripécias e salamaleques.

Crónicas de um Intestino Irritável

Há quem diga que é o segundo cérebro do nosso corpo, há quem defenda que é o mais inteligente. Aqui ficam as crónicas de um intestino irritável com todas as suas peripécias e salamaleques.

Mousse de morango

11393204_10204186734737905_544315302483139960_n.jp

 

Na semana em que vim do retiro, deram-me uma cesta cheia de morangos!  Foi o Festival dos Morangos na aldeia onde cresci e voilá. 

Decidi fazer uma Mousse de Morangos - receita que aprendi na BioFamily - e foi perfeito. Em dias de muito calor, é refrescante e muito agradável.

Receita

# 1 colher de sopa de agar-agar
# 2 colheres de sopa de geleia de arroz
# 1l de leite de arroz
# 1 pequena pitada de sal

Por num tacho e cozinhar durante 15 min.
Levar ao frigorífico até ficar sólido.

# juntar 1 kg de morangos

Triturar tudo.

 

www.facebook.com/cronicasintestinoirritavel

Intenção: Saúde Perfeita

11351298_10204171535357930_8584225770014309951_n.j

Por causa da nossa irritabilidade, há muitos anos que a nossa alimentação é mais cuidadosa do que a grande maioria das pessoas: mas nunca demasiado rigorosa. Fritos, cafés, molhos, picantes - sempre nos irritaram e já eram deixados à margem do nosso pretensioso palato. Mas sempre gostámos de experienciar os vários paladares que à boca pudessem chegar. 

 

Provar, comer, cheirar, sentir e aconchegar: somos verdadeiros food lovers! Animar o espírito tendo a boca como meio pode tornar-se um hobby bastante apreciado e, por vezes, viciante. Olhar, sentir o aroma, por na boca, sentir a textura, mastigar, salivar, engolir: uma das coisas mais consoladoras para quem vive intensamente numa sociedade de informação activa em pleno século XXI!

 

Foi por isso que ficámos espantados - se é que não ainda mais irritados - quando no nosso Retiro "Ensinamentos da Índia", com Rute Caldeira, a mensagem era para trabalhar a nossa saúde perfeita. Contudo, depois de respeitarmos tamanha teimosia, demos por nós a apaixonarmo-nos.

 

Frequentamos os retiros da Rute Caldeira - Uma Dieta Espiritual - 2 vezes por ano. Até agora tem sido assim e, se mais houverem, a mais iremos. Para além do descanso, o enorme Amor partilhado pelo grupo que se junta em cada ocasião e os ensinamentos revelam-se preciosos. Confessamos que no dia da partida nos sentimos sempre... bastante medrosos, uma vez que vamos de uma forma e nunca sabemos como regressamos! São 3 dias de pura comunhão connosco mesmos, de partilha, onde o sentido de comunidade é recebido e integrado com emoção. São, também, 3 dias a renovar energias e a enfiar pérolas pela boca! Pérolas que debulham saúde. E posso garantir que quando comemos pratos feitos com Amor: até a nossa alma se lambuza! 

11095684_10204162193084379_9032363857657316204_n.j11393233_10204169717472484_3093225095134960370_n.j

 

O último retiro aconteceu em Maio de 2015 e aconteceu ao abrigo dos projectos Zen Family e BioFamily. Para além do Yoga diário, a BioFamily cozinha tendo em conta o estilo de vida e ensinamentos da Macrobiótica. A única aproximação ao que era a Macrobiótica que tínhamos tido, havia sido um comentário - há mais de 7 anos - de uma amiga que disse que a Macrobiótica era "algo complicado e cheio de detalhes - não havia paciência para a coisa". E nós, como gente prática que somos, interiorizámos esta indicação agradecidos. Quem é que gosta de complicações? Acontece que nesta estadia, algo mudou. Todo o alimento experienciado era acolhido com gosto e verdadeiro prazer. Não sabíamos explicar, não queríamos acreditar ou pensar muito sobre o assunto: apenas percebemos que algo tinha de mudar.

 

Desde então, a Macrobiótica e o Yoga entraram na nossa vida. Esperamos que nos acompanhem nesta mudança!

 

1384295_10204162190204307_8169868008509466557_n.jp11393122_10204162191124330_8770733731954988920_n.j