Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Crónicas de um Intestino Irritável

Há quem diga que é o segundo cérebro do nosso corpo, há quem defenda que é o mais inteligente. Aqui ficam as crónicas de um intestino irritável com todas as suas peripécias e salamaleques.

Crónicas de um Intestino Irritável

Há quem diga que é o segundo cérebro do nosso corpo, há quem defenda que é o mais inteligente. Aqui ficam as crónicas de um intestino irritável com todas as suas peripécias e salamaleques.

Fim de ano e um nó no Intestino

shutterstock_277674878.jpg

 

O fim dos anos são sempre muito complicados para nós (eu mesma e para o intestino também!): esta sensação de algo inacabado, prestes a acabar - na qual tudo fica em suspenso - deixa-nos meio loucos. 

 

Em todos os fins de ano, normalmente 1 mês antes, começamos sempre com esta sensação sufocante de que tudo fica em suspenso. Invade-nos uma vontade que tudo acabe logo para depressa vir um novo ano - como quando o dia começa depois de uma noite bem escura e longa. É como estar debaixo do mar e poder, por fim, chegar à superfície e respirar. Nem sempre este sentimento tem razão de ser - por vezes apenas lá está. Mas este ano, para além de ter começado mais cedo, todas as semanas acontecem pequenas coisas. Umas marretadas na cabeça que nos vão enterrando aos poucos na lama fria.

 

Penso que a isto se chame vida: ao mesmo tempo que é insuportável e sufocante - é maravilhoso assistir à sua sabedoria, pois ela não faz nada em vão. E quando assistimos às causas sabendo os porquês, tudo ganha uma nova dimensão e é como se um nós se desfizesse numa alegre dança de luzes.